Assinatura RSS

Hunter Thompson e o anti-jornalismo

Publicado em

hunter

 

O que me interessa em Hunter Thompson é que ele foi aquele que mais fez anti-jornalismo. Se figuras do New Journalism inovaram com um trabalho que deixava de lado o distanciamento e se entregavam de cabeça ao seu tema e seus personagens, Thompson vai além e abandona até mesmo o princípio mais básico do jornalismo: a pauta. Em “Medo e Delírio”, aquilo que era para ser a reportagem sobre uma corrida em Las Vegas é abandonado. O autor, a partir disso, não tem o menor pudor em narrar, a partir de então, suas experiências psicodélicas com a grana que ganhou por antecipação, onde nem mesmo o real passa a importar. Um gênio inspirador, para quem, como eu, fez o curso de jornalismo e odeia tudo o que este trabalho representa tradicionalmente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: