Assinatura RSS

Sheherazade, a democratização da comunicação e a Caixa Econômica

sherazade-violacoesdh

 

A imagem do rapaz, negro, remete aos piores tempos da escravidão e dos pelourinhos em praça pública, que tinham como função a humilhação dos escravos perante a sociedade… Ele foi espancado a pauladas e amarrado nu em um poste, por uma gangue de “justiceiros” que atuam no bairro carioca do Flamengo. A tortura aconteceu pela mobilização de alguns moradores que pretendem “limpar” o local de criminosos, a partir de seus critérios de justiça.

Sobre o assunto, a jornalista Rachel Sheherazade proferiu mais uma de suas opinões controversas, no editorial do jornal SBT Brasil. Desta vez, justifica a ação de chamados “justiceiros”. Ela afirma: “Num país que sofre de violência endêmica, a atitude dos vingadores é até compreensível” (..) “O Estado é omisso, a polícia desmoralizada, a Justiça é falha… O que resta ao cidadão de bem, que ainda por cima foi desarmado? Se defender, é claro”. (…) “O contra-ataque aos bandidos é o que chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado contra um estado de violência sem limite”.

 

Veja o vídeo:

 

A âncora do telejornal comete alguns desvios éticos, pra não dizer crimes:

– Ela condena de antemão o cidadão, sem dar nenhum benefício de dúvida ou direito à defesa. Se todos são inocentes, até que se prove o contrário, na TV ele já foi julgado e condenado.

– Ela defende uma ação criminosa, de grupos de extrema-direita que cometem crimes de ódio racial e social.

– Incita ações criminosas de ódio, se utilizando da bancada de uma concessão pública de TV.

A diferença de tratamento entre os crimes (comprovados) do cantor Justin Bieber e os supostos crimes do rapaz negro mostram dois pesos e duas medidas, configurando claramente, racismo.

 

O Sindicato dos Jornalistas emitiu uma nota condenando as declarações de Sheherazade, por suas violações aos Direitos Humanos e ao Código de Ética dos Jornalistas.  Já a emissora “lavou as mãos” e declara oficialmente que esta não é a sua opinião oficial. 

Sobre o assunto, faço algumas considerações e perguntas:

– O SBT é uma concessão pública. Vivemos no Brasil um modelo de radiodifusão onde só possui direito à rádio e TV quem tem poder econômico e político. Não há transparência nas escolhas das concessões, feitas à base do poder de barganha, muito menos em relação às mínimas exigências de conteúdo. A Constituição em seu Artigo V (sobre a Comunicação Social), diz que “a produção e a programação das emissoras de rádio e televisão” deveriam atender aos princípios: “preferências educativas, artísticas, culturais e informativas” (além de outros pontos). A regulamentação do artigo não foi feita até hoje e esta é a luta de vários movimentos sociais, mesmo com a oposição da grande mídia, que quer garantir o seu monopólio. A regulamentação deixaria o processo mais claro e democrático, onde a sociedade civil poderia participar e ter a chance de perguntar: por que somente podemos ter um dos lados da informação? Por que temos apenas a versão do pensamento conservador, do patronato, das forças de repressão? Por que os movimentos sociais e a comunicação popular não têm direito à voz numa concessão pública? E por que aqueles que se dignam a construir meios livres, comunitários e populares são reprimidos fortemente pelo Estado?

– Os grandes meios de comunicação defendem fortemente o discurso da liberdade de expressão. Porém, eles vivem num quadro de monopólio midiático do pensamento, que não corresponde à diversidade social, cultural e racial de nosso país, condição essencial para uma democracia. Além de lutar por ter direito a seus próprios meios, movimentos sociais como os de negras e negros não teriam um direito de resposta, como no caso do SBT Brasil?

– O SBT Brasil tem vários anunciantes, mas é patrocinado pela Caixa Econômica Federal– banco público responsável, entre outras coisas, pela mediação dos recebimentos trabalhistas e programas habitacionais. Outra bandeira dos movimentos que lutam pelo direito à comunicação é a maior clareza e justiça na distribuição das verbas publicitárias oficiais. Qual é o critério da Caixa ao escolher o SBT? Por que há investimento público nas grandes empresas privadas e nenhum para o campo popular/independente/público/comunitário? O Governo Federal é o maior anunciante do país. Observando a distribuição desta verba, podemos afirmar que ele é o grande financiador da grande mídia privada.

Ao ler o Código de Ética da Caixa Econômica Federal, vemos coisas como:

“Exigimos de dirigentes, empregados e parceiros da CAIXA absoluto respeito pelo ser humano, pelo bem público, pela sociedade e pelo meio ambiente. Repudiamos todas as atitudes de preconceitos relacionadas à origem, raça, gênero, cor, idade, religião, credo, classe social, incapacidade física e quaisquer outras formas de discriminação.”

“Não admitimos qualquer relacionamento ou prática desleal de comportamento que resulte em conflito de interesses e que estejam em desacordo com o mais alto padrão ético.”

“Incentivamos a participação voluntária em atividades sociais destinadas a resgatar a cidadania do povo brasileiro.”

Novamente, insisto: por que a Caixa Econômica patrocina um programa que condena sem provas e sem julgamento, que incita o ódio e apoia claramente grupos criminosos de violação de direitos humanos?

É essa a “empresa do bem”? O dinheiro público está sendo usado para isso?

Aqui neste link estão os emails da diretoria da Caixa, pra eles serem cobrados.

 

caixa

Gabriel de Barcelos

Coletivo de Comunicadores Populares- Campinas

»

  1. “Pessoas vamos fazer uma avalanche de denuncia desta senhora

    nestes comentarios ela incita ao linchamento

    endereço do ministerio publico de São Paulo
    https://www.facebook.com/mpsp.oficial?fref=ts
    Endereço de contato do ministerio publico da uniao.
    http://2ccr.pgr.mpf.mp.br/contact-info

    O teor da mensagem que enviei foi

    Escrevo porque gostaria de saber se os senhores viram este comentario do SBT https://www.youtube.com/watch?v=nXraKo7hG9Y
    Penso que a comentarista incita o linchamento e a justiça pelas próprias mãos.
    Espero sinceramente que as providencias cabíveis sejam tomadas” (Por LADY SELMA)

    Responder
  2. Por que não se cala Rachel? Quem e o que lhe foi prometido? Não acha que é muita irresponsabilidade de sua parte, tal comentário? Antes de ser funcionária da Record, antes de ser patrocinada pela CEF, você é brasileira, teve o privilégio de estudar, de trabalhar com um poderoso meio de comunicação e portanto não tem o direito de ser tão inconsequente! Não desrespeite a Constituição Federal, nossa Carta Magna! Cautela e canja de galinha, não fazem mal a ninguém. Da próxima vez, seja mais cautelosa com as palavras, tenha personalidade, use seu trabalho para edificar, para tornar esse país mais justo! Não seja “pau mandado”, não tenha medo de perder o emprego, pois esse a gente coloca outro no lugar, mas a dignidade e o respeito, quando se perde, torna-se muito difícil reconquistá-los!!!

    Responder
    • Por que não se cala Rachel? Quem e o que lhe foi prometido? Não acha que é muita irresponsabilidade de sua parte, tal comentário? Antes de ser funcionária do SBT, antes de ser patrocinada pela CEF, você é brasileira, teve o privilégio de estudar, de trabalhar com um poderoso meio de comunicação e portanto, não tem to direito de ser tão inconsequente! Não desrespeite a Constituição Federal, nossa Carta Magna! Cautela e canja de galinha, não fazem mal a ninguém. Da próxima vez, seja mais cautelosa com as palavras, tenha personalidade, use seu trabalho para edificar, para tornar esse país mais justo! Não seja “pau mandado”, não tenha medo de perder o emprego, pois esse, a gente coloca outro no lugar, mas a dignidade e o respeito, quando se perde, torna-se muito difícil reconquistá-los!!!

      Responder
  3. Por que a caixa financia Blogs como o do racista condenado, Paulo Henrique amorin e do sectarista falso jornalista de economia, Luis Nassif, além de lixos como diário do centro do mundo e a revista Carta Capital, que ninguém com o mínimo de inteligencia compra ?Expliquem-me.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: