Assinatura RSS

Arquivo do mês: julho 2012

Para Elise

Publicado em

Vídeo que fiz há um tempo, meio que por acaso

Ligue os pontos

Publicado em

I

“sabe o que é? tenho medo de quem me conhece por dentro”

“estranho sempre nos encontrarmos por acaso, né?”

 

e ela se afasta de mim com um beijo na bochecha

vai almoçar com um amigo.

E eu fico com vontade de me disfarçar de outro

só para saber…

como é ela

sem eu

sem o medo, o constrangimento.

 

quero não só decifrá-la

mas decorá-la

recitá-la.

sua obra é fechada.

e pelo mesmo motivo é aberta.

e eu

tento completá-la

num “ligue os pontos” na Teoria do Caos

 

II

estamos lá, nós dois,

sentados naquele sofá improvável.

eu te percebo.

olho para um rosto impossível.

as pernas balançam, nomes e idades são perguntados

assistimos ao primeiro filme do dia.

 

Logo mais estaremos juntos, deitados e você perguntará qual é a minha história. Nos beijaremos… hoje mesmo. Amanhã almoçaremos, nos beijaremos de novo, em frente a uma igreja. Depois leremos poemas e trocaremos siesta por sexo. Eu pedirei para ver seu desenho e sua poesia. Você abaixará a cabeça, dará um meio sorriso tímido e dirá

não

com a cabeça.

você sumirá, eu ligarei. eu sofrerei.

superarei.

 

Sentada no sofá, você diz que ficará também para os outros dois filmes. Eu vibro por dentro. Ela não sumirá mais, ufa! Por hoje, pelo menos. Não será mais um platonismo de moças do ônibus! Você me contará, dias mais tarde, que ficou lá por minha causa. E eu ficarei envaidecido. O suficiente para esconder a certeza gravitacional de que você era tão minha como a água.

– Gostou dos filmes? Você tomaria um chop comigo?

 

III

Abraçamo-nos. Terna e simplesmente por estarmos lá.

(Por quê você pensa, pensa, pensa tanto, como fez na parte II? Podemos viver somente hoje? Só com pele, sem cérebro, metafísica ou filosofia?)

Abraçamo-nos. Estamos sentados no chão e as pernas se abrem um para o outro. Encaixamos formas, acariciamos costas. Sem lembrete e sem compromisso, numa paz sem mantra. Só dessa vez você não estará preocupada com a nossa situação e eu não estarei preocupado em te perder. Você não permanecerá com a cabeça em outro lugar e eu não tentarei te convencer que fomos feitos para sonhar juntos. O carro de gás vai passar lá fora e você me aperta mais forte. E eu coloco minhas mãos abertas em seus cachos, sentindo nuca e orelha,  beijando sua testa. O cheiro. A cabeça no ombro. Estamos felizes, de fato. Não aquela felicidade que inventaram para nós, que mais parece jogo de vídeo-game. Eu não controlo e dou uma risada. Você me pergunta de que estou rindo e faz carinho nas minhas sobrancelhas bagunçadas.

E, naquele momento, eu compreendo tudo,

ou muita coisa:

a vitória sobre a morte e o infinito

é, simplesmente,

não dizer “está na minha hora”

e não pegar o ônibus.

e morar, dentro do instante único, antes que você desfoque e suma, depois de virar a esquina.

 

ciao

cia.o
int 1 oi! ciao, come stai? / oi, como está? 2 adeus! tchau!ciao, vediamoci presto! / tchau, nos vemos em breve!

 

O leão

Publicado em

Coliseu, Roma, século III depois de Cristo. O leão tem uma epifania e vê o futuro. “Esses cristãos vão dominar o mundo e fazer uma sociedade onde brigam numa arena até desmaiar o adversário. Poderão acertar pessoas caídas no chão e o povo vibrará com isso.” Sua culpa esvai-se e come sem dó o seguidor do nazareno. “Um pouco magro, mas carne boa” pensa ele…

A luta do Recanto dos Pássaros

Publicado em

Vídeo de Jeff Vasques e do nosso Coletivo de Comunicadores Populares sobre a luta contra o despejo de dezenas de famílias do Recanto dos Pássaros, bairro no Distrito de Barão Geraldo-Campinas.

Os incompreendidos

Publicado em

Filmando a última cena de Os Incompreendidos (400 Coups, François Truffaut, 1959)

Caixa de Entrada

Publicado em

– Acho melhor ficarmos um tempo sem se ver.. bj

– Hj não vai dar. Bjos!

– Me desculpa querido! Mas hj não posso.

– Nós nos amamos de maneira diferente. Preciso de um momento p mim e não estou preparada para um relacionamento. Vc é uma pessoa especial..  não esquecerei esses momentos..

– Estou tão cansada e preocupada c tanta coisa! Desculpe a demora p responder. Combinamos sim alguma coisa… Saudades!

– Estou chegando já. Vou atrasar. Me espera aí em frente ao bar.

– boa noite também : )

– Foi ótimo hoje! Obrigada por tudo!

– Pode ser hoje sim. Nos vemos as 5 tá bom?

– Depois te ligo e confirmo. To ocupada agora..

– Adorei as flores! Não vejo a hora de te agradecer pessoalmente.

– Estar com você é algo sempre tão lindo e mágico! Mas preciso realmente estar sozinha hoje. Tenho muita saudade!

– Boa noite… : )

– saudade!

– Que frio! queria que você estivesse aqui pra me esquentar rs

 – Lembrei de você hoje. Vi um menino com a camisa do The Clash.. Hoje fiquei olhando muito pra lua. Estava enorme e radiante! pensei como seria lindo mostrar pra você!

– Tenho passado alguns momentos difíceis! conhecer você tem sido algo muito importante para mim.

-ACh q te amo GOSto De Vocemuito rs desculpa to bebada num consig digtah direito haha

– Uma tristeza estranha me ataca. vontade de não querer mais nada disso de ser quem eu sou, ou acho que devo ser. achava que ler poemas, estudar, trabalhar, ver filmes, conhecer pessoas eram coisas importantes.. mas nada me sacia, completa ou ao menos me faz vontade de dar um sorriso…

– sonhei com você! acordei no meio da noite pra te escrever! s2

– Que sensação estranha! Tanta coisa acontecendo! O futuro pode ser maravilhoso e terrível..  ou as duas coisas ao mesmo tempo.. Sinto aquele frio na barriga de pensar o que acontecerá amanhã.

– Não vejo a hora de te encontrar! Tô no ônibus, chegando…

– Como foi o seu dia? Conseguiu entregar aquele negócio que seu chefe pediu? Hoje foi um dia cansativo na faculdade.. vamos tomar uma agora? Levo seu casaco…

– Estou triste hoje e com insônia.. liga pra mim pra conseguir dormir?

– Boa noite!

– Tenha um ótimo dia!

– Você esqueceu seu casaco aqui rs Tenho que devolver.. e agora? rs

– Beijos e boa noite! 🙂

– Quero te ver hoje de novo! Vamos no mesmo lugar hoje? às sete?

– Tô almoçando agora e lembrando de ontem. Foi tão bom! Precisava mesmo disso! Tenha um dia tranquilo e pleno de pequenas e grandes alegrias! rs beijos!!!!

– Foi ótimo te conhecer hoje.. uma noite linda! Tô rindo até agora de você imitando seu chefe rs.. tenha bons sonhos… quero te ver novamente 🙂

Gabriel de Barcelos

outros textos…