Assinatura RSS

“Embranquecendo” a História

Essa semana uma polêmica foi gerada pela veiculação de um comercial da Caixa Econômica Federal, onde Machado de Assis é interpretado por um ator branco como pó-de-arroz. Essa prática remete aos antigos shows americanos onde brancos pintavam o rosto para interpretar negros, em espetáculos repletos de estereótipos (ver mais no filme A Hora do Show). Distante décadas no tempo, o ridículo se torna verdade. Na hora lembrei de outros dois casos recentes, onde a Rede Globo “embranqueceu” Chiquinha Gonzaga e Dolores Duran (na minissérie homônima e no programa Por toda minha vida, respectivamente). Justamente duas das maiores compositoras da Música Brasileira.

Já vou avisando aos leitores, que estou sendo cotado para fazer a cinebiografia do grande ídolo Mussum. Não deixem de assistir!

Vejam os três casos:

Machado de Assis

Machado da Caixa Econômica

*

Chiquinha Gonzaga

Regina e Gabriela Duarte

*

Dolores Duran

Nanda Costa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: