Assinatura RSS

(3)

Publicado em

3- A festa

A minha saída foi motivada por uma séria de fatores e não cabe aqui enumerar todos. Gostaria de falar sobre alguns momentos onde a certeza se manifestou.

Um deles, sem dúvida, foi ao juntar as coisas da festa. Ao colocar os móveis de volta no lugar, recolher as torradinhas, pastinhas e queijos. Ao retirar aquelas bolas brancas da parede. Não foi uma confraternização totalmente fracassada, afinal minha Tia Sofia havia comparecido. Os outros trinta convidados não puderam vir, dando os mais diferentes álibis. Mas Tia Sofia estava presente.

Arrumamos a casa juntos, conversando um pouco sobre a família. A tia foi tomar banho e pôr o pijama, afinal não saía mais ônibus do terminal a essa hora. Vimos o programa do Ronnie Von, que ela adora. Dava risadas e lembrava da época da Jovem Guarda. Você sabe querido? Os meninos hoje vão lá no salão e pedem para fazer penteados com franjas enormes, agora. Igualzinho o Ronnie Von usava. Eu achava engraçado ela rindo sozinha disso. Vemos televisão comendo torrada com pastinha e vinho….. Jô Soares, depois um filme no Corujão sobre um policial americano que tentava vingar o companheiro. Tia Sofia não passou da parte um e a levei para o quarto. Eu assisti tudo, mesmo já sabendo qual seria o final.

Nos despedimos e ela foi para o salão. Eu estava de folga naquele dia e fiquei em casa, ouvindo música e pensando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: