Assinatura RSS

Cadeado

Publicado em

Maria do Rosário Pitangueira do Amaral

Diário de Viagem–  Caldas Novas, 15 de dezembro de 2010

Desde a minha querida mocidade não escrevo diários e pensei ser este momento perfeitamente propício para fazer um relato “de bordo” desta viagem. Não acredito que a atividade seja exclusividade das moças.

É verdade que eu não queria, de forma alguma, sair de casa. Há quinze anos eu não saio de Campinas. Desde bem antes da morte de meu marido Gilvan, com quem viajava regularmente num passado distante. Será que precisaria falar esta informação? Acho que não, ora bolas! Afinal falo apenas comigo mesma nestas letras. Não tenho certeza se gostaria que alguém lesse isso.

Mas vamos voltar ao assunto. Marlene insistiu de forma compulsiva. Da mesma forma fizeram médico, terapeuta, porteiro. Todos parecem que se juntaram num grande “complô”. Será que eles temem que eu morra de tristeza? Tento explicar que vivo bem, em paz comigo mesma, com Deus e o Espírito Santo. Tenho minha rotina, tenho minha paz.

Mas, enfim, Marlene achou por bem comprar as passagens para a excursão num resort em Caldas Novas. Cá estou eu, agora. A viagem foi muitíssimo cansativa! Que raiva pagar caro nestas paradas de ônibus, para comer umas comidas mal feitas e sem tempero! Deveria ter trazido uma marmitinha de casa.

Mas isso foi ontem, dia quatorze de dezembro. Hoje, dia quinze, fizemos as atividades do nosso grupo. Uns exercícios, passeios, banhos de piscina. O local é bem agradável. Os rapazes e moças que ajudam são simpáticos. À noite tivemos um Baile da Saudade. Um senhor elegante, de nome José, convidou-me para dançar. Pestanejei na hora, afinal, a última vez que havia dançado tinha sido com Gilvan. O senhor José realmente se vestia muito bem. Lembrei como no passado Gilvan se vestia bem e como dançava como um cavalheiro. Nos últimos anos o Alzheimer lhe tirou o charme, a dança e a elegância. Não me conformava, inicialmente, com o fato dele não saber mais escolher um bom terno e de se perder nos passos de dança. Depois, via que não diferenciava mais pijamas e roupas furadas de roupas para passeio. Pouco antes da sua morte, por Câncer, prefiro não lembrar do grande esforço de cuidar daquele que não mais me reconhecia, saindo para as ruas, constantemente, procurando pela mãe. Ou mesmo que me exigia banhos de caneca, semelhantes aos dados na infância dele, na fazenda.

Mas falávamos do senhor José, que me conduziu numa valsa vienense cheio de galanteios, mas com respeito e cavalheirismo. Ontem, ao nos despedirmos, José convidou-me para uma caminhada matinal. Eu aceitei. Penso que ele poderá ser um bom amigo, pois mora no Centro, assim como eu, e podemos visitar um ao outro sempre. Seria ótimo mesmo sermos amigos, acho que nada além disso. Que bobeira pensar em algo diferente, já estou por demais velha para isso. Ai minha Nossa Senhora! Eu havia dito no início sobre o diário de moças e estou escrevendo como elas sobre namoricos e bobeiras assim! Ainda lembro hoje como escrevia sobre George, um ruivo, filho de imigrantes ingleses. Ele sentava na carteira ao lado, entretanto, nunca nem olhou para mim. Talvez nem saiba meu nome até hoje, se estiver vivo. Que bobeira pensar essas coisas agora. Acho que vou colocar cadeado no meu diário de viagens, como os diários de moças. Que gozado!

Vamos dormir então Maria do Rosário?

Tomara que amanhã faça um belo sol! Acho que já estou começando a ficar mais animada. Estou preocupada com minhas plantas e as outras coisas de minha casa, mas acho que poderei me divertir nesse passeio. Até amanhã querido diário…

Gabriel de Barcelos

Para conhecer outros contos:

https://sessao.wordpress.com/2010/12/18/breve-resumo-da-breve-historia-do-sessao/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: