Assinatura RSS

Dia sem Globo: sem superestimar, nem subestimar

Publicado em

Tudo começou de maneira bem besta. A história, acho que todos já conhecem: muitos começaram a escrever no Twitter “Cala a Boca Galvão” na hora do jogo do Brasil e estas palavras foram para ao topo mundial, como tema mais falado nesta rede social. Após a querela Dunga X Globo, onde meninos mimados (como disse Rodrigo Vianna) ficaram magoados com o fim de seus privilégios, um dos reizinhos, Tadeu Schmidt leu um raivoso editorial bravejando em relação à ríspida atitude de Dunga contra o  jornalista global Alex Escobar. Desta vez, tome “Cala a boca Tadeu Schmidt”  no Twitter!

Na esteira destes acontecimentos, alguns twiteiros (e outros na internet)  resolveram fazer a campanha “Um dia sem Globo”. A idéia é boicotar a emissora imperial hoje, sexta-feira, no dia de Brasil X Portugal.

Não acredito que a esmagadora liderança da Globo mudará uma unha (talvez de maneira insignificante). Eles não ficarão menos ricos, nem terão menos poder.  As outras opções não são lá muito boas também: a conservadora Band (do agronegócio e do ódio aos garis e lixeiros) e o privilégio de meia dúzia que podem ver  TV por assinatura. Mas esta campanha, motivada por motivos menores e que trata de maneira superficial a questão, tem um valor simbólico, que não pode, também, ser  menosprezado.

Existe uma contestação cada vez maior à grande mídia. O povo olha com muito mais desconfiança, hoje. Tudo é um processo, por isso este tipo de campanha ainda tem seu valor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: