Assinatura RSS

Músicos geniais e o eterno complexo de colonizado

Publicado em

Recentemente, assisti a dois bons documentários sobre grandes músicos brasileiros: Fabricando Tom Zé e Loki- Arnaldo Baptista. Uma coisa me chamou a atenção nos dois, relativo à biografia destes  gênios: ambos foram trazidos de volta à lembrança dos brasileiros através de estrangeiros. No caso de Tom Zé, é conhecida a importância de David Byrne. Segundo o documentário Loki, o músico norte-americano também teve esta importância para Arnaldo Baptista, assim como o vocalista do Nirvana, Kurt Kubain, conhecido admirador dos Mutantes.

Ou seja, precisamos que um estrangeiro reconheça nossos próprios artistas, para depois haver aqui o reconhecimento! Eita complexo de colonizado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: